Saltos altos revelam muito sobre as mulheres

Olá, meninas

Impossível não notar a presença de uma mulher com saltos altos. Todas sabemos que este  tipo de sapato é um grande símbolo de feminilidade e poder, mas, uma pesquisa realizada com 1835 brasileiras de idades variadas, revelou muito mais sobre comportamento e dores. Para isso, elas responderam a um questionário com 90 perguntas.

“O Salto Alto e a Mulher Brasileira” tem autoria de Thomas Case, fundador da fábrica de palmilhas ortopédicas Pés Sem Dor.

saltos variados
Foto do Google

 

A mulher brasileira tem em média 7,4 pares de sapatos de salto alto, sendo que 36% das entrevistadas têm mais de 10 pares, 87,5% das mulheres os usam para festas e eventos e 44,9% usam sapatos de salto alto de 1 a 5 vezes ao mês.

A frequência de uso varia entre o fim de semana e a semana. Durante a semana, os períodos de uso são mais longos.

Mais da metade indicaram que usam sapatos de salto alto menos tempo do que gostariam e 80,1% indicaram que a dor é o principal motivo para não usar sapatos de salto alto por mais tempo.

A altura do salto que as respondentes mais usam varia de acordo com a faixa etária. Conforme a idade avança, diminui o tamanho do salto. Mulheres de até 20 anos (43,2%), preferem usar salto acima de 8,5 cm.

salto 1
Foto do Google

Para eventos sociais, o salto agulha foi o modelo preferido por 24,8% das mulheres. O meia pata ficou em segundo lugar com 23,3% e o de salto quadrado com 13,4%. Para o dia a dia, o modelo anabela é o preferido, com 32,8%, seguido pelo de salto quadrado com 16,9%.

O modelo de salto reto versus o curvado têm a preferência de 25% das mulheres. Surpreendentemente, as mulheres da terceira idade preferem o formato reto, que exerce mais pressão no antepé do que o formato curvo.

As mulheres gostam de comprar sapatos de salto alto. Um total de 73,2% compraram ao menos um par nos últimos 90 dias e 28,2% compraram 3 pares ou mais.  Quando o assunto é gastos, 70,7% das mulheres costumam pagar cerca de R$ 199,00 ou menos por par de sapatos de salto alto. O preço pago aumenta conforme a renda e a idade das entrevistadas. O estudo revelou que não  há interesse em pagar muito mais pelo modelo de salto alto dos sonhos.

E tem mais :

  • 69,6% das mulheres indicaram que usam meias finas com os seus sapatos de salto alto;
  • 95,7% das mulheres sentem dores nos pés, quando usam sapatos de salto alto. A intensidade da dor mediana é 5 (moderada) em uma escala de 1 a 10. Já 25,3% das respondentes disseram que sentem dor intensa (7 a 10).
  • Foram citadas as seguintes práticas para minimizar as dores: colocar os pés para cima (32,7%), fazer alongamento nos pés (16,3%), alargar o sapato (13,4%). Apesar de todas as respondentes indicarem que estariam dispostas a pagar em média apenas R$ 98,00 para eliminar as sua dores .
  • 59,4% das mulheres indicaram ter formigamento nos pés.
  • 46,7% das mulheres também disseram sofrer com dores nos tornozelos por uso de salto alto. O valor mediano de dor é de 4 em uma escala de 1 a 10 (moderada).
  • 44,8% das mulheres também disseram sofrer com dor na coluna por uso de salto alto, que piora conforme aumenta a idade. O valor mediano de dor é de 4 em uma escala de 1 a 10 (moderada)
  • 41,5% das mulheres indicaram ter calos. Destas, 60,8% têm calos em cima dos dedos, local onde os sapatos de salto alto (modelo bico fino) apertam os pés.
  • 61,9% das mulheres indicaram sofrer com bolhas nos pés quando usam sapatos de salto alto.
  • 65,8% afirmaram que os seus pés incham com o uso.
  • 35,7% indicaram que já sofreram quedas usando sapatos de salto alto, 55,4% já torceram os seus tornozelos e 21,7% não descem escadas quando estão usando sapatos de salto alto.
enhanced-25960-1462998843-7
Foto: Buzfeed

Apesar de tantos desconfortos, foi pedido as mulheres que indicassem os 10 fatores em ordem de prioridade que as motivam usar saltos, e eis o resultado:

Pesquisa saltos

Isto e salto
Foto: Revista Isto É

Uma estatística curiosa é a de que na hora da escolha do salto, a “sensação de poder” é extremamente importante para 40,6% das mulheres, variando de acordo com o peso, idade e a escolaridade.

O levantamento mostrou  que 59% das jovens com menos de 20 anos consideram o ‘poder’ como algo muito importante. Isso cai progressivamente para 13,2% entre as mulheres com 60 a 69 anos.

O Índice de Massa Corporal também interfere: apesar de mulheres mais magras darem mais valor a este “fator poder”, 1/4 das brasileiras com obesidade também consideram extremamente importante que o salto crie essa impressão.

Durante a pesquisa foram feitos dezenas de cruzamentos e estatísticas. Em resumo, quando o assunto é salto alto, as jovens magras e com pouca escolaridade dão mais valor à esta sensação de poder do que mulheres com maior IMC ou maior grau de escolaridade.

Eu achei esta pesquisa bem completa e curiosa. E vocês? Amam ou odeiam um salto alto? Contem para mim e quem sabe retomamos o assunto.

Grande beijo e até o próximo post.

Anúncios

Uma prévia das peças que vão bombar no inverno

E aí, girls ? Animadas para a chegada do inverno?

Este ano os looks leves e cool serão destaque, tomando espaço das cores monótonas e produções pesadas.

As peças em destaque refletem uma mudança no comportamento das pessoas mundo afora, que buscam cada vez mais peças ousadas com versatilidade e conforto.

309648_695790_fyi48225_web_
Foto: Divulgação FYI

As estrelas da vez como veludo molhado, flatforms, couro, moletons, as estilosas jaquetas bomber  e tricôs ganham importância no cotidiano, faça chuva ou sol.

309648_695729_jaqueta_veludo_estampado_dressto_web_
Jaqueta de veludo estampado Dress To

 

309648_695745_cantAo_flatform__web_
Flatform Cantão

 

309648_695741_dress_to_flatform_web_
Flatform Dress To

A nova estação terá muita cor. Esse é o mood que vem aparecendo nas coleções das principais grifes nacionais e internacionais.

309648_695728_redley_casaco_flame_silk_find_in_the_woods_laranja_199_web_
Foto: Divulgação Redley

A Dress To, por exemplo, aposta em  uma modelagem jovem e cool como o macaquinho de gancho deslocado, slip Dresses com renda no decote, veludo estampado, entre outras peças. Para a cartela, a grife destaca cores inusitadas como o rosê e o verde mineral.

309648_695720_cantAo_macacAo_midi__web_
Macacão midi divo da Cantão

 

Portanto, esqueça os  tons cinzentos, sombrios e invista em looks alegres e criativos.

E vocês, já adquiriram algumas destas peças para o inverno? Me contem suas preferências.

Beijos e até o próximo post.

Emilio Pucci reproduz símbolos de cidades internacionais em coleção de lenços

Olá, encantadas

Logo  vai começar a temporada de lenços, cachecóis e pashminas para nos aquecer naqueles dias mais frios. Eu  sou fã desses acessórios que levantam qualquer produção.

Quero mostrar para vocês um pouco  de “A Cities of the World”, coleção especial de lenços da Emilio Pucci, que celebra as riquezas naturais, patrimônios e símbolos de diferentes cidades internacionais.

Florença, Roma, Nova Iorque, Paris, Hong Kong, Londres e Capri já estamparam os famosos lenços da marca italiana e representam a história da Pucci, bem como atualmente.

Emilio Pucci _Capri2.jpg

Cada lenço de seda traz uma estampa exclusiva desenhada a mão e que representa uma cena real da cidade em questão. O projeto tem suas raízes no icônico lenço Battisero, a carta de amor à Florença que o marquês Emilio Pucci escreveu em 1957. Esboçado e brilhantemente colorido, a cópia ilustrada descreve a praça de Florença Santa Maria del Fiore, pontuada com flashes vibrantes de amarelo limão, tangerina, rosa “Emilio” e fúcsia profundo.

Emilio Pucci _Portofino2 (2).jpg

O lendário print fez um retorno dramático em junho de 2014, quando o histórico Battistero di San Giovanni da cidade foi envolvido por uma representação de tamanho real desta mesma impressão. Intitulado “Monumental Pucci”, os lados do edifício octogonal foram cobertos com 2 mil metros quadrados de lona impressa imitando os contornos reais da superfície do edifício, em cores e motivos arrojados do Battistero.

O retorno da gravura Battistero não só celebra os laços especiais de Emilio Pucci com Florença, mas também coloca em movimento o lançamento da série Cities of the World, em que outros lugares importantes já foram homenageados. Desenhado à mão pelo ateliê da maison, cada exemplar exclusivo reproduz fielmente à arquitetura, paisagem e os charmosos detalhes de sua homenagem à cidade de uma forma estilizada. Estes incluem os passos históricos espanhóis de Roma, o horizonte cosmopolita de Xangai pontilhado com lanternas, a famosa avenida Montaigne, os arranha-céus de Hong Kong misturados com seus monumentos, e a New York Madison Avenue com vistas aéreas do Central Park.

Os prints foram representados por linhas fortes e os esboços pretos contrastando com cores vibrantes. Cada cidade tem um esquema de cor original da paleta Emilio Pucci: branco, vermelho e rosa para Xangai; amarelo, verde e roxo para Nova Iorque; vermelho, turquesa e verde para Paris; roxo, limão e turquesa para Hong Kong; e fúcsia com turquesa para Roma.

Emilio Pucci _St.Tropez2.jpg

Feito em seda fina e impresso em Como, distrito famoso pelo trabalho em seda, os lenços aderem fielmente à nobre tradição artesanal da marca. A qualidade impecável é traduzida por bainhas e seu acabamento, feito à mão.

Por conta de seu apelo atemporal, os lenços estão destinados a se tornarem lembranças colecionáveis para guardar e passar para futuras gerações. São cartões postais da Pucci que vão continuar a crescer à medida que novas cidades forem adicionadas à sequência.

Emilio Pucci agora volta seu olho criativo para a capital russa – Moscou – e cria um novo colecionável item para esta série. Inspirado pelas tradicionais bonecas matrioska e seus detalhes decorativos, bem como pelas cúpulas da Catedral de S. Basílio, o lenço tem um toque artístico e uma sutil ironia que o transforma em mais uma estampa muito especial. Detalhes em tons suaves de lilás, rosa e fúcsia trazem uma vibração fresh e inconfundível.  Acho que minha amiga Giane, do blog Baú Hype, vai querer um desses para chamar de seu  porque ela é apaixonada por matrioskas.

308530_691341_moscow__cities_of_the_world_web_

Os lenços podem ser encontrados na Emilio Pucci do shopping Cidade Jardim, em São Paulo. Bem que a marca poderia lançar uma nova coleção destacando os patrimônios do Brasil. O que vocês acham da ideia? Me contem aqui. Grande beijo.