Em Ubatuba não existe rotina

Olá, pessoal.

Estão aproveitando o verão?  Quando é possível desço para Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. Acho que este é o terceiro post que faço dessa cidade encantadora que frequento desde criança.

Em Ubatuba não existe rotina. Sempre volto de lá com novidades para contar. Além das mais de 100 praias existentes ( acho que não conheço 20 ainda), o município tem uma rica gastronomia, artesanato, fabricação de moda praia, comércio bacana e ainda feira hippie.

Tudo isso é um prato cheio para o consumismo, mas bom mesmo é contemplar a incomparável beleza da Serra do Mar,  com suas praias de águas cristalinas, cachoeiras e muita mata nativa.

Hoje trago para vocês dicas de lugares e passeios bastante atrativos. Vou começar com a gastronomia. Como sou a louca do camarão é o primeiro prato que procuro em um cardápio de restaurante quando estou em Ubatuba. A barraca do Cajú,na praia da Almada,serve este magnífico prato composto de camarões com crosta de gergelim, arroz com brócolis e batata souté. É dos deuses, minha gente!

Outro lugar bem  bacana que conhecemos no último final de semana que estivemos lá foi o Mango Creperia , na Avenida Guarani, no bairro do Itaguá, localizado no centro de compras mais charmoso de Ubatuba. O restaurante tem um cardápio bastante diversificado, com pratos, porções e lanches, porém a especialidade é o crepe. Nem preciso dizer que pedi o de camarão, mas existe uma infinidade de sabores para vocês escolherem. Tudo isso regado  a uma MPB ao vivo da melhor qualidade.

Agora, que tal adoçar a vida, com este delicioso sorvete ao forno do Tachão? O estabelecimento é especializado em bananas, mas essa guloseima é a melhor que já comi lá. Trata-se de uma  fatia de bolo pão de ló, com salada de frutas, sorvete a escolher e cobertura de merengue gratinado. Só digo que vocês precisam experimentar.

Agora, quando o assunto é praia sou suspeita para falar, porque a da Almada conquistou meu coração e toda vez que vou a Ubatuba preciso dar uma passadinha lá. Como não sei nadar procuro sempre praias que não têm ondas, e ela tem esse perfil. Sem contar que existe uma infraestrutura muito boa nas barracas, com sanitários e duchas. Porque mulher prioriza tudo isso, né?

Recentemente conhecemos a Praia do Lázaro, também de águas calmas, tipo piscina. Também têm barracas, mas faltam sanitários e duchas. Pelo que ouvi de um comerciante, a ideia é melhorar o atendimento a turistas, mas parece que está rolando um perrengue com o poder público.  Um fato que observei é que os valores cobrados nas porções são mais baixos que na Praia da Almada. Em algumas a diferença chega a R$ 15,00. Outra vantagem é que  o estacionamento não é pago. Você só precisa dar uma gorjeta para os guardadores de carros na saída. De qualquer forma, ambas  são frequentadas por famílias e são bem sossegadas. Se você procura agito, definitivamente, essas não são suas praias.

Acompanhem no meu  Instagram e Facebook  mais fotos de Ubatuba e das comprinhas que fiz na minha última viagem.

E vocês, o que mais gostam em Ubatuba? Quem tem curiosidade em conhecer esta linda cidade?

Beijos e até o próximo post.

 

 

 

 

Ensaio em Paraty

 

Quem visita Paraty, no estado do Rio de Janeiro, é remetido ao passado brasileiro. Uma história que começou no século XVI e nos deixou uma magnífica herança.

Andar por suas ruas significa ser personagem principal de uma história que ficou imortalizada.

Como num filme, através das lentes e do olhar poético do meu marido, Marcos Lima, por um dia fui protagonista do período colonial, por meio de seu cais, ruas, igrejas, casarões preservados e sua riquíssima cultura.

Paraty é patrimônio imaterial, cidade intocada, que para todo o  sempre será  lembrada por  importantes acontecimentos ao longo dos séculos, como a participação nos ciclos da cana, do ouro e do café.

A imponente cidade não poderia ter um nome mais sugestivo. É um presente que nos foi dado para ser apenas contemplado!

Um caminho diferente te leva a Campos do Jordão

Olá, pessoal

O frio que anda fazendo esta semana me lembrou que eu estava devendo um post que deveria ser escrito até o fim do inverno.

Se você estiver em São José dos Campos e deseja ir para Campos do Jordão existe uma estrada muito agradável que te leva a este destino, com direito a belas paisagens e ainda a oportunidade de conhecer a simpática Monteiro Lobato, cidade onde o escritor passou uma parte de sua vida. Estou falando da SP 50. Repare na beleza deste túnel de árvores. Dá uma sensação de calmaria!

 

FullSizeRender (3)

 

Talvez para muita gente que mora no Vale do Paraíba não exista novidade no que estou contando, mas como tenho leitoras (es) de outros estados que adoram conhecer lugares diferentes, acho que a dica é válida.

Do centro de  São José dos Campos até  Monteiro Lobato são cerca de 40 a 50 minutos. A pequena cidade é muito graciosa e tem várias lojinhas  de artesanato. A   maioria vende bonecos de pano fofos que retratam os personagens do Monteiro Lobato. Estes encontramos na  Casa Encantada. Os amantes da literatura e as crianças piram!

 

IMG_4415IMG_4414

Seguindo nossa viagem, mais uma hora de estrada e chegamos a linda Campos do Jordão, que dispensa apresentações. Como foi um passeio em família de um dia, nos programamos  para conhecer o tão esperado Parque Amantikir, que reproduz jardins de várias partes do mundo. Pagamos R$ 30, 00 pelo ingresso, mas valeu muito a pena. O lugar rende clicks maravilhosos. Olha a vista que se tem da Serra da Mantiqueira!

IMG_2200

img_1785

img_1786
Depois de uma pausa para o almoço na charmosa Capivari, enquanto meu marido e minha enteada se aventuravam em um passeio de teleférico, fui visitar as malharias e comprar umas roupas.  No final do dia paramos para comer o tradicional “Pastelão do Maluf”. O nome do estabelecimento não me agrada, mas, fazer o que né?  Ele é tão grande que não consegui comer inteiro.

img_1787

Bom, espero que tenha gostado do meu roteiro turístico e continue passando por caminhos diferentes, mesmo que eles te levem  a lugares que você já conhece.

Beijos encantados e um ótimo final de semana!

Especial Gramado- Passeios

010
Fotos de Marcos de Siqueira Lima

Oi gente

Dando sequência ao especial de Turismo , o segundo post é sobre os passeios que realizamos nas cidades que compõem o roteiro das Serras Gaúchas. Conforme  mencionei no post anterior, apenas um deles foi comprado da agência credenciada pela CVC. Quanto aos demais, recorremos a  outros prestadores de serviços, visando melhores preços e também o atendimento de nossas necessidades. Fora os custos da viagem, acredito que gastamos  cerca R$ 1 mil só com passeios e alimentação. Mas creio que mesmo assim chegamos a economizar uns R$ 500,00.

Para vocês terem uma ideia, só em Gramado, onde ficamos hospedados, tem cerca de 50 atrativos.  Decidimos priorizar passeios que valorizam a cultura e história locais, pois tínhamos apenas 4 dias completos para fazer tudo. No primeiro, conhecemos no centro da cidade,  a rua coberta, que tem um projeto de paisagismo muito bacana , o Palácio dos Festivais, onde ocorre anualmente o Festival Internacional de Cinema , a Igreja de São Pedro, a Fonte do Amor Eterno, a Praça das Etnias e a Rua Borges de Medeiros, o paraíso das compras rs. Só lamento que os preços não sejam convidativos. Depois partimos com o Fumacinha ( ônibus de turismo ) para um city tour em alguns bairros e o Lago Negro.

 

031

 

 

017.JPG

 

042.JPG

041.JPG

067.JPG

044.JPGUm dos passeios obrigatórios  é o Tour Uva e Vinho, incluindo o passeio de Maria Fumaça e outras.atrações. Como um post será somente sobre Gastronomia, vou deixar para abordar a produção de chocolates caseiros,   vinhos e queijos no próximo.

De Gramado seguimos em direção a Carlos Barbosa, uma viagem que de ônibus dura cerca de 2 horas. Lá conhecemos uma das lojas de varejo da Tramontina, que tem fábricas no estado,  com cerca de 18 mil ítens vendidos com cerca de 20% de desconto. Nem preciso dizer que pirei, principalmente com a linha La Pasticceria, que tem inúmeros ítens com tema de cupcake.

085.JPG

Depois de visitar na mesma cidade uma casa típica de queijos, salames e outras guloseimas seguimos para o passeio de Maria Fumaça. Lá se vivencia a magia do trem a vapor, num passeio entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. Durante os 23 quilômetros de passeio, o visitante é brindado com um belo cenário da serra, e uma festa muito animada, regada a suco de uva, espumante, além de apresentações artísticas de coral italiano, tarantela, música gaúcha e  teatro. Fomos presenteados também com as entradas do espetáculo “Epopeia Italiana”, apresentado em um parque temático de Bento Gonçalves. Ficamos emocionados em conhecer por meio do cinema, peças de vestuário e performance teatral  a trajetória dos primeiros imigrantes que tiveram que fugir da Itália por causa das guerras,  e que elegeram o Brasil como porto seguro para suas famílias.

096.JPG

 

099.JPG

098.JPGNo dia seguinte partimos de Gramado para Canela de ônibus circular. A viagem é rapidinha, são cerca de 7 quilômetros.  No centro conhecemos a Catedral de Pedra e o comércio local. Depois pegamos um táxi e fomos  até o Parque do  Caracol, que cobra pela entrada com direito a passeio de bondinho, com vista para uma cascata muito bonita.

172.JPG

 

173.JPGNa véspera de irmos embora visitamos o Museu do Perfume, que pertence a empresa Fragram, e também tem entrada franca. Fomos recepcionados por uma atendente, que exibiu um vídeo de 5 minutos sobre a história da perfumaria e curiosidades a respeito de algumas fragrâncias clássicas. No espaço uma grande vitrine exibe embalagens do mundo inteiro. Em uma outra área é possível ter contato com equipamentos antigos usados na produção de perfumes. Também é possível fazer um teste sobre as fragrâncias que mais combinam com a personalidade da pessoa com base nas cores de um desenho. Achei que o o resultado do meu bateu somente  em alguns aspectos, mas achei bastante curioso. A empresa também produz cosméticos e mantém uma loja dentro da área do museu. Entre os produtos que mais me chamaram a atenção está um perfume sólido, ótimo para ser levado na bolsa, e também  uma linha de batons com cores maravilhosas. Para alegria da mulherada tem ainda hidratantes, sabonetes, aromatizadores de ambientes, entre outros ítens. E  é claro que eu não podia sair de lá com as mãos vazias, mas isto já é assunto para o último post desta série, o de comprinhas.

211.JPG

IMG_3707.JPG

 

IMG_3705.JPG
Segundo o teste, pertenço ao Grupo E

 

Outro ponto turístico que merece ser visitado é o Memorial Italiano, uma casa típica de uma antiga família,  com mobiliário,  utensílios domésticos e um porão onde se guardava ferramentas e armazenava vinhos.

270.JPG253.JPG263.JPG

Por fim conhecemos A Mina, espaço que reúne a réplica de uma mina de pedras preciosas, um museu sobre o tema e ainda uma loja mara  de semi-jóias e objetos de decoração, onde dá vontade de morar rs.

342314

Esperam que tenham gostado e aguardem mais 2 posts do especial sobre Gramado e as Serras Gaúchas.  Acompanhem  também o meu trabalho  no instagram, facebook e snapchat.

Kisses

 

 

 

 

Especial Gramado- Infra-Estrutura

Olá pessoal

Entre esta e a outra semana os temas dos meus posts serão relacionados ao Turismo. Vou abordar aspectos interessantes da minha viagem a Gramado e Serras Gaúchas. Como eu e meu marido completamos 1 ano de casados em junho e não tivemos lua de mel, aproveitamos nossas férias para viajar e renovar os laços da nossa união.

Como  tiramos mais de 300 fotos com câmera profissional  nos lugares por onde passamos e muitas estão lindas graças ao talento do meu amor e também para a leitura não tornar-se cansativa, resolvi fazer uma série de 4 textos, iniciando  sobre a Infra- Estrutura. Na  sequência virão Passeios, Gastronomia e Comprinhas.141.JPG

004.JPGHá muitos anos viajo com a CVC Turismo e nunca tive nenhum tipo de problema, por isso sou fiel a empresa e não me arrisco a trocar.  Compramos um pacote de 5 dias e 6 noites em uma unidade de São José dos Campos, que custou ao casal R$ 2900,00 , incluindo as passagens aéreas, o translado do aeroporto de Porto Alegre até Gramado e vice-versa ( que dura cerca de 2 horas) , diárias com café da manhã  em apartamento luxo de um hotel que na minha avaliação  é 4 estrelas e o passeio Uva e Vinho, que detalharei em outro post. O bom é que este valor pode ser parcelado em até 10 vezes no cartão de crédito. O único perrengue que aconteceu comigo foi no aeroporto. Eu, ansiosa para usar um macacão jeans que tinha acabado de comprar, me esqueci que a peça tinha 6 botões metálicos e acabei sendo abordada por uma funcionária no aeroporto internacional de Guarulhos durante a passagem pelo detector de metais. Além de ser revistada dos pés a cabeça, ainda tive que tirar minha bota e fiquei de meia. Na hora estressa, mas depois você pensa na segurança dos passageiros e  relaxa.

Não sou a favor dessa coisa de ir para um local desconhecido sem ter o aval de uma grande agência, mas desta vez incluímos uma mudança no roteiro que  nos agradou bastante. Pesquisamos sobre opções de passeios mais em conta  com moradores,  funcionários do hotel, batendo perna mesmo e conseguimos economizar bastante. Creio que uns R$ 500,00 ou mais.  Táxi usamos quando necessário e durante nossas caminhada descobrimos pontos turísticos que estavam bem próximos da gente e a operadora  estava cobrando um preço absurdo.Utilizamos até o transporte coletivo de Gramado até Canela e nos surpreendemos com a qualidade do serviço.

Agora uma dica muito bacana para você que pretende fazer o roteiro das Serras Gaúchas: roda o tempo todo um ônibus vermelho chamado “Bus Tour”, que leva os turistas até várias atrações cobrando cerca de R$ 60,00 reais por dia por pessoa. Cada uma recebe uma pulseirinha e pode descer e subir do ônibus nas paradas pré-determinadas por uma empresa. Não chegamos a utilizá-l0 porque descobrimos um pouco tarde demais.

078.JPG
Este é o Fumacinha, que leva os vistantes para um passeio em Gramado por R$ 15

E  se o assunto é infra-estrutura, em  Gramado você se vê na Europa. E  não é  somente devido ao frio de 3 graus que vivenciamos lá. As  pessoas são mega educadas, solícitas, independente de classe social ou nível de escolaridade, você não vê lixo nas ruas e os banheiros públicos são limpíssimos. Não é a toa que pela segunda vez consecutiva a cidade de 35 mil habitantes foi contemplada como o melhor destino turístico do Brasil por uma revista e site especializados.IMG_3709.JPG

Dicas de passeios em Ubatuba

Olá

Como muitas pessoas estão de férias no mês de janeiro,  resolvi separar alguns roteiros bacanas de cidades turísticas por onde passei e gostaria de  compartilhar com vocês.

Vou começar por uma cidade pela qual sou apaixonada desde criança, onde sempre que posso estou lá para recarregar minhas energias: Ubatuba, no litoral norte de São Paulo.

Mesmo quem é do Vale do Paraíba e está acostumado a descer a serra em direção a esse paraíso, vai concordar comigo que é impossível enjoar da  cidade.

Para vocês terem uma ideia, Ubatuba tem cerca  de 80 praias e eu não conheço ainda nem 20. Espero que consiga chegar a metade  até o final da minha vida (rs).

Uma das nossas praias preferidas  é a da Almada, mas não vou me estender muito porque preparei 3 vídeos a respeito do lugar para vocês comprovarem que não estou exagerando.  Eles podem ser vistos no meu canal do Youtube. Estou deixando os links no final do post.

image

Antes de escolhermos uma praia, eu e meu marido costumamos nos informar a respeito da infraestrutura para passarmos o dia. Porque vamos combinar que não dá para ficar horas sem ir ao banheiro, né?  E nesse quesito a praia foi super  aprovada, pois tem quiosques, restaurantes e estacionamentos com seguranças. Nós costumamos ficar na área que pertence ao restaurante do Cajú, que tem mesinhas com guarda-sol e um cardápio bastante variado de porções e bebidas.

Depois que cansar da praia, a dica são os atrativos do bairro Itaguá, um dos mais charmosos da orla. Com  ruas de paralelepípedo, conta com bares, restaurantes, lojas, sorveterias,  o aquário e muito mais. Na nossa próxima viagem quero andar em uma daquelas bicicletas duplas, que são muito legais.

Um restaurante que já fomos duas vezes e tem excelência em qualidade é o Donana, vque fica na rua principal do bairro. Em dezembro saboreamos um delicioso palmito com molho de camarão e catupiry que é o dos deuses. O prato serve bem até 3 pessoas, porque o nosso sobrou, e olha que comemos bem.

 

 

Outro lugar muito delicioso é o Tachão,  uma mistura de café, conveniência e lojinha com doces, geleias e outras guloseimas  convencionais e diet à base de banana, que é   especialidade da casa. Eu optei por uma torta, acompanhada de café expresso. Já o maridão ficou com o açaí. Tem também uma banana flambada com merengue e sorvete que vi de longe e parecia um espetáculo. Também está na lista das próximas gordices. Quem me conhece sabe que estou em uma fase de consumir somente produtos sem açúcar, mas quando viajo me dou ao direito de enfiar o pé na jaca.
image

Bom gente, esperam que tenham gostado, e semana que vem volto com outra dica de passeio. Sigam o blog e também me acompanhem nas redes sociais, com conteúdos diferenciados.

@encantadocupcake ( Instagram)

cupcake encantado ( Facebook e Twitter)

cupcake encantado ( YouTube)

Links dos vídeos do meu canal:

 

 

Caminho, mirante e Praia da Almada

O Arroz nosso de cada dia

O arroz é um alimento consumido por metade da população mundial. De origem asiática, não pode faltar diariamente na mesa dos brasileiros e permite várias combinações.

Até então conhecia apenas o arroz que faz parte das nossas refeições diariamente, o doce com leite condensado

Igreja da comunidade. Os créditos das fotos são do meu maridão.
Igreja da comunidade. Os créditos das fotos são do meu maridão.
Delicioso este arroz doce preto com paçoca e leite condensado.
Delicioso este arroz doce preto com paçoca e leite condensado.

image

Bolinhos de arroz branco com bacalhau e de arroz preto com carne seca.
Bolinhos de arroz branco com bacalhau e de arroz preto com carne seca.

e canela, além do bolinho salgado que fazemos com as sobras. Saí do festival com uma vontade enorme de inovar depois de conhecer inúmeras possibilidades: risotos,   massas feitas com farinha de arroz, arroz preto com carnes, bolinho de bacalhau, com carne seca e doces.

A Colônia do Piaguí é uma comunidade rural formada por descendentes de italianos e o festival gastronômico que ocorre anualmente também celebra a fartura da colheita.

Conforme vocês podem observar nas fotos é um lugar bem agradável e bucólico em que é possível respirar ar puro e valorizar as coisas mais simples da vida, como tomar um pingado no bar da esquina, prosear com os moradores e admirar crianças sorridentes correndo pelas ruas.image

Cafés surpreendentes em Maringá durante uma viagem de férias


image


image image image image image image

Quando eu e meu noivo (hoje estamos casados) decidimos escolher o Hotel Warabi em Maringá, no sul do estado do Rio de Janeiro, para  nos hospedarmos durante nossas férias em abril deste ano não imaginávamos que seríamos surpreendidos com cafés da manhã tão especiais, pois as fotos do estabelecimento detalhavam mais as acomodações, que também são lindas. Sem contar o excelente atendimento do Sr Sérgio e sua esposa, desde os primeiros contatos por telefone. Só para situar melhor vocês que ainda não tiveram o prazer de conhecer a região, Maringá fica entre Visconde de Mauá e Maromba. Voltando as surpresas que estavam reservadas para nós, cada dia o café apresentava uma novidade que nada tem a ver com os que estamos acostumados a ver em outras pousadas ou hotéis. A começar pelas louças, decoração sempre marcada pela beleza de flores delicadas, os beija-flores em grande quantidade nos encantando, e por fim, a parte que motivou este post. Tivemos a oportunidade de saborear no Hotel Warabi muitas coisas saborosas, e entre elas caldinhos servidos em panelinhas de cerâmica, panqueca verde recheada com espinafre, tortas doces, creme de mamão com cassis, frutas carameladas e um bolinho do deuses (que não sei o nome correto, mas creio se tratar de alguma delícia japonesa) que tem a massa parecida com a fogazza que conhecemos recheado com queijo e manjericão. Saímos de lá com uma enorme vontade de voltar na semana seguinte. Em breve escreverei sobre outros aspectos da gastronomia dessa região tão linda. E se você gostou deste post, compartilhe com seus amigos.