A importância da reaplicação dos dermocosméticos

Olá, meninas. Tudo bem?

Estamos  perto do Verão. E isso significa que os cuidados com a pele do rosto e corpo devem ser  intensificados durante  a estação mais quente do ano. Por isso hoje estou aqui para falar sobre um cuidado que muita  gente não tem em sua rotina de beleza, que é a reaplicação dos dermocosméticos.

ilustração protetor

 

E por mais poderosos e caros que sejam os produtos escolhidos por nós,  eles dificilmente resolverão um problema em uma primeira e única aplicação.

De acordo com Rodrigo Kury, farmacêutico e diretor técnico da fabricante ECENNE ,o uso diário é fundamental, mas mais do que isso: reaplicar o produto garante bons resultados.

O especialista explica que  devemos fazer a reaplicação para otimizar os efeitos dos ativos que, por estarem na pele há algum tempo, já não agem com intensidade suficiente para os cuidados e tratamentos.

Rodrigo aponta que  não é somente o fotoprotetor que deve ter reaplicação garantida. “Os hidratantes devem ser reaplicados de 2 a 3 vezes ao dia, enquanto os produtos para cuidados específicos, com ativos de tratamento, devem ser usados de manhã e à noite, mantendo assim a ação necessária para tratar a pele”, garante  o farmacêutico.

protetor_solar
Foto: Google

Com relação aos protetores solares, Rodrigo enfatiza que eles devem ser reaplicados a cada 2 horas. No caso de suor excessivo, em atividade física, ou banhos de mar ou piscina, devem ser reaplicados antes deste intervalo. No caso de não acontecer a reaplicação dos fotoprotetores, a pele ficará desprotegida e exposta a manchas e queimaduras.

Já no caso do hidratante, Rodrigo enfatiza que a pele, sem a reaplicação do produto, está sujeita a perder o seu equilíbrio, podendo ocasionar ressecamento, envelhecimento das células e perda de colágeno. “A falta de reaplicação dos produtos para cuidados específicos gera uma deficiência no tratamento, e consequentemente, não teremos o resultado desejado”, pontua.

Por fim, o especialista recomenda lavar a pele para a reaplicação de um hidratante ou produto de tratamento, o que vai permitir a  melhor absorção dos ativos.

Espero que tenham gostado das dicas para uma pele mais saudável e até o próximo post.

Beijos

 

 

 

 

Anúncios

Comprinhas na baixa temporada em Ubatuba

image

Olá meninas. Recentemente fiz um post mostrando um pouco da gastronomia de Ubatuba, que amo cada dia mais. Mas, hoje, quero  mostrar uns achados nos segmentos de moda e acessórios. Em época de crise temos que fazer render o nosso rico dinheirinho, né? Então, nada melhor do que uma “bela” promoção. Saí às ruas para  garimpar o comércio e  ver se achava algumas peças-desejo que estou “namorando” há tempos;  e para minha surpresa, começou a baixa temporada no Litoral Norte de São Paulo.

Se por um lado os setores do  Turismo, Comércio e Serviços perdem , porque trata-se de um mercado sazonal, as promoções podem ser uma oportunidade de ganhar com as pessoas que visitam a cidade com mais frequência, como é o meu caso, já que meus pais têm apartamento lá.  E como estou sempre na bela Ubatuba, creio que ainda terei a oportunidade de mostrar muitas coisinhas bacanas do  mundo fashion para vocês o ano inteiro. Se comparados as lojas de grife, posso dizer a vocês que encontrei produtos similares  de ótima qualidade, com descontos que variam de 50 a 100%.

Vamos lá:

Na loja Made In Bali, que fica na Praça 13 de Maio, no centro da cidade, comprei um lindo maiô com estampa étnica do modelo engana mamãe e um chapéu de palha grande, lindo e que deixa qualquer uma de nós  com cara de phina e rica na praia.

Já na Rua Guarani, no Itaguá, o mais charmoso centro de compras e da gastronomia local, encontrei a loja Praia Mix e quase surtei lá, querendo levar tudo. A loja tem camisetes, vestidos longos, curtos e saias midi lindíssimas. Experimentei algumas peças e acabei levando apenas esse vestidinho floral da foto porque meu marido ficou me policiando rs.

Por fim, o máxi colar e a gargantilha do tipo coleira  da Pink Fashion(  uma loja de rede que também fica no Itaguá )  foram compradas uma outra vez que estive na cidade, mas acabei guardando para mostrar tudo de uma  só vez. Os preços das bijous são ótimos e as peças têm ótimo acabamento.

Agora quero saber se vocês costumam fazer compras quando vão ao Litoral Norte. Se sim, comentem e recomendem os locais mais bacanudos para as  leitoras.

Beijos e até o próximo post.

A estampa Paisley marca presença na Primavera/ Verão

Muito linda a bandana usada com esse franjão da Gwen Stefani. foto: divulgação
Muito linda a bandana usada com esse franjão da Gwen Stefani. foto: divulgação
Este turbante escolhi para mim. Quem faz é a mãe de uma colega jornalista e tem de várias cores. E o melhor é o preço: apenas R$ 20. Quem tiver interesse me procure que passo o contato dela.
Este turbante escolhi para mim. Quem faz é a mãe de uma colega jornalista e tem de várias cores. E o melhor é o preço: apenas R$ 20. Quem tiver interesse me procure que passo o contato dela.
Muito fashion a bandana usada no braço. As duas da Camila são de Vitorino Campos.
Muito fashion a bandana usada no braço. As duas da Camila são de Vitorino Campos.

Sou apaixonada pela estampa Paisley desde quando tinha meus 20 e poucos anos. Ela andou um tempo sumida e agora ressurgiu com tudo, prometendo ser uma das sensações da moda Primavera/ Verão. A estampa em formato de folha distorcida aparece em roupas e principalmente nos acessórios, que são baratinhos e permitem várias combinações. De origem indiana e persa, a estampa  Paisley apareceu no século 18 nos xales. Apesar de ser oriental, a estampa ganhou este nome difícil em alusão ao centro têxtil da Escócia, por ter sido levada ao Reino Unido pela Companhia Britânica das Índias Orientais e depois passou a ser produzida na cidade de Paisley. De lá ganhou o mundo. Nos anos 70 virou símbolo da contracultura, sendo difundida pelo movimento Hippie. Porém o seu auge dentro da moda ocorreu na década de 90, quando bandas e astros do pop passaram a utilizá-la em bandanas, que conquistaram os jovens da época. Essas mesmas bandanas de algodão estão de volta agora, e podem ser usadas no pescoço, braços e penduradas nas bolsas . Agora, mais fashion ainda são os turbantes, que ficam lindos tanto em cima da cabeleira , no mais puro estilo pin-up, quanto utilizados como faixas. Eles vêm com elásticos para segurar até os fios mais finos. Separei algumas peças que vêm sendo utilizadas por estilosas e espero que gostem.

Na edição de agosto da revista Estilo a blogueira Camila Coutinho apareceu com as bandanas de estampa Paisley em vários looks.
Na edição de agosto da revista Estilo a blogueira Camila Coutinho apareceu com as bandanas de estampa Paisley em vários looks.
Esta faixa comprei na feira hippie de Ubatuba há um tempo. Ele pode ser usada no cabelo tanto no tamanho original, quanto dobrada.
Esta faixa comprei na feira hippie de Ubatuba há um tempo. Ele pode ser usada no cabelo tanto no tamanho original, quanto dobrada.