A importância da reaplicação dos dermocosméticos

Olá, meninas. Tudo bem?

Estamos  perto do Verão. E isso significa que os cuidados com a pele do rosto e corpo devem ser  intensificados durante  a estação mais quente do ano. Por isso hoje estou aqui para falar sobre um cuidado que muita  gente não tem em sua rotina de beleza, que é a reaplicação dos dermocosméticos.

ilustração protetor

 

E por mais poderosos e caros que sejam os produtos escolhidos por nós,  eles dificilmente resolverão um problema em uma primeira e única aplicação.

De acordo com Rodrigo Kury, farmacêutico e diretor técnico da fabricante ECENNE ,o uso diário é fundamental, mas mais do que isso: reaplicar o produto garante bons resultados.

O especialista explica que  devemos fazer a reaplicação para otimizar os efeitos dos ativos que, por estarem na pele há algum tempo, já não agem com intensidade suficiente para os cuidados e tratamentos.

Rodrigo aponta que  não é somente o fotoprotetor que deve ter reaplicação garantida. “Os hidratantes devem ser reaplicados de 2 a 3 vezes ao dia, enquanto os produtos para cuidados específicos, com ativos de tratamento, devem ser usados de manhã e à noite, mantendo assim a ação necessária para tratar a pele”, garante  o farmacêutico.

protetor_solar
Foto: Google

Com relação aos protetores solares, Rodrigo enfatiza que eles devem ser reaplicados a cada 2 horas. No caso de suor excessivo, em atividade física, ou banhos de mar ou piscina, devem ser reaplicados antes deste intervalo. No caso de não acontecer a reaplicação dos fotoprotetores, a pele ficará desprotegida e exposta a manchas e queimaduras.

Já no caso do hidratante, Rodrigo enfatiza que a pele, sem a reaplicação do produto, está sujeita a perder o seu equilíbrio, podendo ocasionar ressecamento, envelhecimento das células e perda de colágeno. “A falta de reaplicação dos produtos para cuidados específicos gera uma deficiência no tratamento, e consequentemente, não teremos o resultado desejado”, pontua.

Por fim, o especialista recomenda lavar a pele para a reaplicação de um hidratante ou produto de tratamento, o que vai permitir a  melhor absorção dos ativos.

Espero que tenham gostado das dicas para uma pele mais saudável e até o próximo post.

Beijos

 

 

 

 

Anúncios

Resenha sobre 6 produtos para corrigir imperfeições das sobrancelhas

Olá, encantadas

Vocês estão satisfeitas com suas sobrancelhas? Pois eu não, e insisto em corrigí-las com produtos específicos para esse fim.

Nada contra as técnicas realizadas por profissionais especializados, como a de henna ou micropigmentação, mas por enquanto tenho muito medo de aderir e não gostar do resultado. Talvez um dia mude de ideia, mas até lá vou testando as novidades em make do mercado.

Testei  6 produtos de marcas nacionais diferentes para compartilhar minhas impressões com vocês. Também deixo claro que não estou fazendo publi de nenhuma. Todos foram comprados com meu suado dinheirinho.

Antes quero relatar para vocês as características das minhas sobrancelhas, pois creio que isso possa influenciar as escolhas de vocês. Pêlos não me faltam, mas quando era mais nova tirei alguns de onde não devia e os vazios me “doem” até hoje. Portanto, não façam isso, meninas!

Na foto a seguir vocês podem observar que do lado esquerdo  as sobrancelhas já foram consertadas e o do direito não. As falhas são perceptíveis.

20170511_113644

 

Agora  vejam a  diferença no visual com as duas trabalhadas no lápis #1 da Yes Cosmetics. 20170511_113526

 

Já que mostrei o resultado final obtido com o produto da Yes vamos a ele primeiro. O primeiro ponto favorável é a escovinha que vem acoplada ao lápis para a gente pentear os fios. O segundo é que tem duas tonalidades para atender os variados tons de pele. Eu particularmente não gosto dos universais.

Será que sou a única que gosta de variar nos produtos destinados ao mesmo fim? Sou assim para tudo: make, cremes para o rosto e hidratantes para o corpo. Quem mais se identificou com essa minha loucura? rs

Ainda falando sobre os corretores em formato de lápis, o primeiro que experimentei foi o da Anaconda. Gostei da pigmentação e durabilidade, porém tem que passar suavemente senão fica muito marcado. Pelo menos no meu caso, que tenho as sobrancelhas puxadas para o castanho.

Agora uma dica valiosa: quando preencho os vazios com lápis costumo passar um gel para sobrancelha incolor com pincel de  cerdas semelhantes ao do rímel  antes e depois do procedimento para deixar os fios mais rebeldes no lugar.  No momento estou utilizando o da Quem Disse Berenice, que é ótimo.

Não gostei da caneta da Vult, pois sou canhota e tive que fazer malabarismo com as mãos durante as  tentativas de passar o produto, que tem  uma espécie de tinta e não adere fácil a pele. Só consegui depois de muito custo  com a ponta deitada. Como praticidade é tudo nessa vida, o produto está encostado.  Me adaptei ao duo de sombras para sobrancelhas da mesma marca, que não tem nada de extraordinário, mas o preço é bacana.

Agora, por enquanto o meu preferido da vida tem sido o quarteto da Dailus, que vem com fixador para preparar os pêlos,  2 tons de sombras também para atender a diversidade da mulher brasileira e um iluminador para usar rente as sobrancelhas. Este produto faz toda a diferença no olhar de uma pessoa que tem olhos pequenos.

20170511_105654.jpg

 

Além de acertar as sobrancelhas com os produtinhos, a cada 3 ou 4 meses faço o design. No dia a dia tiro os  fios que  ultrapassam a marcação com pinça, porque eles crescem, né mores?

Se vocês conhecem outros produtos diferentes  dos que  mostrei no post bons e com preços acessíveis  para deixar nossas sobrancelhas maravilhosas me indiquem que terei o prazer de testar.

 

Um beijo, fiquem com Deus e até o próximo post.