Em Ubatuba não existe rotina

Olá, pessoal.

Estão aproveitando o verão?  Quando é possível desço para Ubatuba, no litoral norte de São Paulo. Acho que este é o terceiro post que faço dessa cidade encantadora que frequento desde criança.

Em Ubatuba não existe rotina. Sempre volto de lá com novidades para contar. Além das mais de 100 praias existentes ( acho que não conheço 20 ainda), o município tem uma rica gastronomia, artesanato, fabricação de moda praia, comércio bacana e ainda feira hippie.

Tudo isso é um prato cheio para o consumismo, mas bom mesmo é contemplar a incomparável beleza da Serra do Mar,  com suas praias de águas cristalinas, cachoeiras e muita mata nativa.

Hoje trago para vocês dicas de lugares e passeios bastante atrativos. Vou começar com a gastronomia. Como sou a louca do camarão é o primeiro prato que procuro em um cardápio de restaurante quando estou em Ubatuba. A barraca do Cajú,na praia da Almada,serve este magnífico prato composto de camarões com crosta de gergelim, arroz com brócolis e batata souté. É dos deuses, minha gente!

Outro lugar bem  bacana que conhecemos no último final de semana que estivemos lá foi o Mango Creperia , na Avenida Guarani, no bairro do Itaguá, localizado no centro de compras mais charmoso de Ubatuba. O restaurante tem um cardápio bastante diversificado, com pratos, porções e lanches, porém a especialidade é o crepe. Nem preciso dizer que pedi o de camarão, mas existe uma infinidade de sabores para vocês escolherem. Tudo isso regado  a uma MPB ao vivo da melhor qualidade.

Agora, que tal adoçar a vida, com este delicioso sorvete ao forno do Tachão? O estabelecimento é especializado em bananas, mas essa guloseima é a melhor que já comi lá. Trata-se de uma  fatia de bolo pão de ló, com salada de frutas, sorvete a escolher e cobertura de merengue gratinado. Só digo que vocês precisam experimentar.

Agora, quando o assunto é praia sou suspeita para falar, porque a da Almada conquistou meu coração e toda vez que vou a Ubatuba preciso dar uma passadinha lá. Como não sei nadar procuro sempre praias que não têm ondas, e ela tem esse perfil. Sem contar que existe uma infraestrutura muito boa nas barracas, com sanitários e duchas. Porque mulher prioriza tudo isso, né?

Recentemente conhecemos a Praia do Lázaro, também de águas calmas, tipo piscina. Também têm barracas, mas faltam sanitários e duchas. Pelo que ouvi de um comerciante, a ideia é melhorar o atendimento a turistas, mas parece que está rolando um perrengue com o poder público.  Um fato que observei é que os valores cobrados nas porções são mais baixos que na Praia da Almada. Em algumas a diferença chega a R$ 15,00. Outra vantagem é que  o estacionamento não é pago. Você só precisa dar uma gorjeta para os guardadores de carros na saída. De qualquer forma, ambas  são frequentadas por famílias e são bem sossegadas. Se você procura agito, definitivamente, essas não são suas praias.

Acompanhem no meu  Instagram e Facebook  mais fotos de Ubatuba e das comprinhas que fiz na minha última viagem.

E vocês, o que mais gostam em Ubatuba? Quem tem curiosidade em conhecer esta linda cidade?

Beijos e até o próximo post.