Dicas de passeios em Ubatuba

Olá

Como muitas pessoas estão de férias no mês de janeiro,  resolvi separar alguns roteiros bacanas de cidades turísticas por onde passei e gostaria de  compartilhar com vocês.

Vou começar por uma cidade pela qual sou apaixonada desde criança, onde sempre que posso estou lá para recarregar minhas energias: Ubatuba, no litoral norte de São Paulo.

Mesmo quem é do Vale do Paraíba e está acostumado a descer a serra em direção a esse paraíso, vai concordar comigo que é impossível enjoar da  cidade.

Para vocês terem uma ideia, Ubatuba tem cerca  de 80 praias e eu não conheço ainda nem 20. Espero que consiga chegar a metade  até o final da minha vida (rs).

Uma das nossas praias preferidas  é a da Almada, mas não vou me estender muito porque preparei 3 vídeos a respeito do lugar para vocês comprovarem que não estou exagerando.  Eles podem ser vistos no meu canal do Youtube. Estou deixando os links no final do post.

image

Antes de escolhermos uma praia, eu e meu marido costumamos nos informar a respeito da infraestrutura para passarmos o dia. Porque vamos combinar que não dá para ficar horas sem ir ao banheiro, né?  E nesse quesito a praia foi super  aprovada, pois tem quiosques, restaurantes e estacionamentos com seguranças. Nós costumamos ficar na área que pertence ao restaurante do Cajú, que tem mesinhas com guarda-sol e um cardápio bastante variado de porções e bebidas.

Depois que cansar da praia, a dica são os atrativos do bairro Itaguá, um dos mais charmosos da orla. Com  ruas de paralelepípedo, conta com bares, restaurantes, lojas, sorveterias,  o aquário e muito mais. Na nossa próxima viagem quero andar em uma daquelas bicicletas duplas, que são muito legais.

Um restaurante que já fomos duas vezes e tem excelência em qualidade é o Donana, vque fica na rua principal do bairro. Em dezembro saboreamos um delicioso palmito com molho de camarão e catupiry que é o dos deuses. O prato serve bem até 3 pessoas, porque o nosso sobrou, e olha que comemos bem.

 

 

Outro lugar muito delicioso é o Tachão,  uma mistura de café, conveniência e lojinha com doces, geleias e outras guloseimas  convencionais e diet à base de banana, que é   especialidade da casa. Eu optei por uma torta, acompanhada de café expresso. Já o maridão ficou com o açaí. Tem também uma banana flambada com merengue e sorvete que vi de longe e parecia um espetáculo. Também está na lista das próximas gordices. Quem me conhece sabe que estou em uma fase de consumir somente produtos sem açúcar, mas quando viajo me dou ao direito de enfiar o pé na jaca.
image

Bom gente, esperam que tenham gostado, e semana que vem volto com outra dica de passeio. Sigam o blog e também me acompanhem nas redes sociais, com conteúdos diferenciados.

@encantadocupcake ( Instagram)

cupcake encantado ( Facebook e Twitter)

cupcake encantado ( YouTube)

Links dos vídeos do meu canal:

 

 

Caminho, mirante e Praia da Almada

Anúncios

Muito prazer, Dona Vitamina D

Após fazer um exame de sangue de rotina, descobri que estava com deficiência de vitamina D, e grande, metade do mínimo que serve de referência. Minha ginecologista então me prescreveu a vitamina em cápsula, que deverá ser consumida durante 3 meses consecutivos. Como boa jornalista, fui em busca de mais informações, e para minha surpresa, descobri o quanto ela é importante para a saúde.  Muita gente desconhece, mas o sol é a principal fonte de vitamina D.

imageimageSou de uma geração que muito ouviu falar sobre os malefícios do sol, por isso tenho trauma só de pensar em não usar protetor solar.  O déficit de vitamina D pode causar uma série de problemas, como enfraquecimento dos ossos, alterações cerebrais, inflamações, aumento da pressão arterial, obesidade, diabetes, entre várias doenças. E não estou exagerando.  A lista é tão imensa, que fiquei assustada. O fato é que aos 43 anos tenho que mudar hábitos para não adoecer. Sem contar a preocupação com as gordurinhas, agora tenho que consumir também alimentos que contenham a danada da vitamina D. Quando peguei a lista, outra decepção: peixes de água salgada, como sardinha, salmão, além do leite, que não sou muito fã são ricos desse nutriente. Infelizmente são poucas as frutas que contém vitamina D. Desde que recebi a notícia bombástica mudei o cardápio e venho tentando ingerir pelo menos uma vez ao dia alimentos com vitamina D.  Entre os  que considero saborosos, estão a manteiga, atum e pratos com gemas de ovo na composição. Quando me deparei com o diagnóstico, também me culpei por ter relaxado tanto com minha saúde. Nem me lembro quando foi a última vez que fiz um hemograma completo. É aí você deve estar se perguntando: Jornalista não deveria ser mais consciente que outros profissionais? Aí eu te respondo que deveria sim, mas infelizmente cuidar da gente acaba ficando em segundo plano por causa da sobrecarga de trabalho.  Porém, acredito que tudo o que acontece na vida  tem um propósito, principalmente as coisas  ruins. No meu caso, os 15 minutos de sol sem protetor solar que tenho tomado 3 vezes por semana na praça do meu bairro, além de preservar minha saúde, tem me aproximado mais do que realmente importa: os minutos de silêncio necessários ao relaxamento, admirar as crianças brincando inspiram e me levam a crer nos meus sonhos, entre eles o de ser mãe,  e por fim a beleza da natureza que me encanta! E você,  de que tipo de check-up está precisando?