Um parque que merece ser visitado

 

São José dos Campos, cidade do Vale do Paraíba onde vivo, tem uma infinidade de parques, praças e espaços públicos que oferecem atividades gratuitas à população. Mas eu já elegi o meu preferido, que é o Vicentina Aranha,  e posso dar a vocês uma série de argumentos convincentes.

O espaço sempre manteve sua vocação de acolhimento. Isso desde a década de 20, quando o prédio abrigou um dos maiores  centros para tratamento de tuberculose da América Latina e um dos primeiros do país, além de outras unidades de saúde. A  mulher que dá nome ao parque foi uma dama da sociedade paulistana, expoente de ações filantrópicas em favor dos enfermos de tuberculose durante as primeiras décadas do século XX. Era esposa do Senador Olavo Egydio, membro da irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Aliás, várias personalidades da cidade tiveram alguma relação com o Vicentina. No site há uma linha do tempo contando toda a história Timeline.

img_3538
Fotos: Marcos Lima, do @focoeimagens

 

img_3544

Com sua arquitetura preservada,  é hoje utilizado pelos moradores para a prática de exercícios físicos e conta com uma série de atividades de lazer e cultura direcionadas a toda família.  Sem contar beleza e imponência  das suas instalações, muito verde e o contato com animais silvestres. A cada quarteirão você encontra uma blogueira fazendo fotos de looks, inclusive eu rs.

img_3609

Em 2006 a Prefeitura Municipal de São José dos Campos adquiriu o Antigo Sanatório, que foi reaberto ao público em 2007. Desde 2011 a AJFAC – Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura – como Organização Social de Cultura, desenvolve atividades culturais no espaço e promove a recuperação das edificações com obras de manutenção e restauro. Vamos combinar que não é todo dia que a gente encontra um parque totalmente gerido por uma entidade sem fins lucrativos.

O parque abre diariamente, mas no final de semana a programação é mais extensa, com shows,  oficinas para as crianças, yoga ao ar livre, cinema, teatro, feira de artesanato, de produtos orgânicos e muito mais. No ano passado tivemos a oportunidade de assistir lá show do João Bosco, considerado um dos mestres da MPB, como parte da programação da Festa LiteroMusical. No parque tem um bambuzal maravilhoso e sombra para a gente curtir um som de primeira no domingo.20170212_103455

20170212_112450.jpg

20170212_113422.jpg

Enfim, é um lugar para se respirar ar puro, estar em comunhão com pessoas que amamos, admirar e viajar nas histórias que lemos ou nos contaram. É bom saber que estamos pisando em um solo que sempre proporcionou a cura de corpos e almas de muitos que já não se encontram aqui em nosso  convívio. E você, conhece um parque bacana na sua cidade que gostaria de indicar para meus leitores? Um beijo e até o próximo post.

Espaço que reúne gastronomia e cultura em Santa Branca remete os visitantes ao século XVIII

imageOlá, pessoal

Hoje a dica é de um espaço que reúne gastronomia e cultura muito legal que tive a felicidade  de conhecer em Santa Branca, uma cidadezinha muito simpática com muitas ladeiras e igrejas antigas. Para vocês se situarem melhor:  fica   encostada em Jacareí , aqui no Vale do Paraíba. Me refiro ao restaurante Engenho Velho, localizado na Estrada Rural Santa Branca/Salesópolis. Mas não se preocupe, o trajeto por estrada de terra é bem curtinho, não chega a 2 quilômetros.

Confesso que à primeira vista, ao ver as fotos no site, o lugar não me atraiu muito, parecia ser mais um restaurante. Mas, quisemos pagar para ver, e quando eu e meu marido chegamos lá, ficamos encantados. O local é digno de cenário de cinema. Abriga um restaurante da gastronomia caipira, com música ao vivo aos domingos  e muita variedade de saladas e sobremesas deliciosas. Tudo por quilo e a preços convidativos.

O espaço é sede de uma antiga fazenda do ciclo do café, que data do século XVIII. Eu, que  particularmente sou apaixonada pela arquitetura em estilo colonial, queria pegar minhas coisas e mudar para lá imediatamente rs.

A área de lazer também é uma atração à parte, com exposição de antiguidades em uma sala que serve de museu e reúne objetos como telefones, máquinas de costura, oratórios, móveis e vários outros objetos de época. Tem ainda uma roda d’ água, alambique, uma nascente, rede para descansar  e muito verde. O ambiente é super familiar, ideal para passar o dia ouvindo o canto dos pássaros em meio à uma natureza mais que privilegiada.

Espero  que você tenha gostado da minha sugestão de Turismo e se for conhecer o espaço, comente aqui no blog.

Mais informações podem ser obtidas no site http://www.restauranteengenhovelho.com.br ou pelos telefones 12 3972-0351/ 3972-1660

O crédito das fotos vai para o meu marido e parceiro de todas as horas, Marcos de Siqueira Lima.

Uma ótima semana e até o próximo post.

image

 

image

imageimageimage